Zé do Caixao


Zé do Caixão: Uma Lenda Urbana José Mojica Martins, o Zé do Caixão, foi o ator e cineasta brasileiro que fez sucesso no exterior com seus filmes de terror. Sua forma de se vestir sempre foi uma lenda urbana: trajes pretos, capa de vampiro, cartola do século dezenove e unhas grandes. A forma com que ele escolhia as suas atrizes, também, sempre foi uma lenda urbana: dizem que para passar no teste as atrizes precisavam comer baratas. Mas, nada foi provado com relação a isto. Seus filmes são baseados em lendas urbanas, como por exemplo: a Loira Fantasma, o Saci e o Lobisomem. Sua infância foi recheada por lendas urbanas, veremos algumas abaixo: O Batateiro Na infância de Zé do Caixão, bem no seu bairro, havia um batateiro simpático. Um dia, o rapaz veio a falecer e Zé do Caixão, foi ao seu velório. Porém, no meio da cerimônia, o batateiro começou a mexer o corpo. Todos saíram correndo menos o Zé do Caixão. Houve uma explicação científica para isto: o batateiro tinha uma doença chamada catalepsia. O Som de Piano Ainda pequeno Zé do Caixão mudou para uma casa em que ele escutava um piano tocando sozinho. Isto é muito interessante, pois há vários filmes que mostram esta cena. De tudo isto, existe uma coisa em que a certeza é mais do que certa: os fãs do Zé do Caixão estão com muitas saudades dele e seria ótimo se algum canal de televisão apresentasse algum programa sobre lendas urbanas apresentado por ele. Luciana do Rocio
Compartilhe Google Plus

Sobre Italo Singer

Tenho 16 anos, Sou Operador de Computador, Blogueiro, Musico, Estudo, Trabalho com Bosta nenhuma ainda Arranho guitarra, violão, baixo e Sou Vocalista Gultural de uma banda de New Metal, Gosto de frio, Fim de tarde, rock, internet, seriados, animes, e um monte de coisa legal.

0 comentários:

Postar um comentário

REGRAS:

* Proibido citar links, de outro Sites. (Será Removido)
* Proibido Xingamentos, contra outros Comentaristas.